Análise técnica: indicadores de reversão

  • por
Dando sequência à minha pequena série sobre indicadores técnicos, hoje falarei sobre os indicadores de reversão, que buscam identificar quando uma tendência de alta ou de baixa está chegando ao fim, para dar início, respectivamente, a uma tendência de baixa ou de alta.
ÍNDICE DE FORÇA RELATIVA (IFR)
O Índice de Força Relativa mede a relação entre as forças de oferta e de demanda e é expresso em termos percentuais, que podem ir de 0% a 100%, sendo a área próxima a 50% considerada como zona neutra, isto é, sem sinais claros da tendência dominante.

Quando os preços ultrapassam a barreira de 70%, se aproximando de 100%, significa que a força compradora está muito forte, o que pode indicar uma região sobrecomprado, sinalizando uma possível reversão baixista.
Quando os preços caem abaixo da barreira de 30%, se aproximando de 0%, significa que a força vendedora está muito forte, o que pode indicar uma região sobrevendida, sinalizando uma possível reversão altista.
ESTOCÁSTICO
Existem duas formas de se utilizar o indicador estocástico.
A primeira e mais simples envolve a identificação de regiões sobrecompradas e sobrevendidas.
Tendo isso em consideração, se as linhas do indicador estocástico estão abaixo de 15%, há uma região sobrevendida e uma possível reversão altista. No entanto, se as linhas do indicador estocástico estão acima de 85%, há uma região sobrecomprada e uma possível reversão baixista.

Por outro lado, o indicador estocástico, que é formado por duas linhas, pode indicar sinais de compra e de venda no cruzamento dessas linhas: a linha %K (azul) e a linha %D (vermelha).
Toda vez que a linha %K cortar de baixo para cima a linha %D, temos um sinal de compra se o cruzamento ocorrer na região sobrevendida, isto é, de 0% a 15%/20%.
Além disso, se a linha %K cortar de cima para baixo a linha %D, temos um sinal de venda se o cruzamento ocorrer na região sobrecomprada, isto é, de 80%/85% a 100%.
SAR PARABÓLICO
O SAR Parabólico é um indicador que delimita stops para posições de curto e longo prazo.
Os stops gerados por esse indicador, com efeito, aproximam-se cada vez mais do preço atual do ativo e podem ser utilizados para marcar a saída de determinadas operações.

O SAR Parabólico, nesse aspecto, pode ser muito bem utilizado juntamente com um indicador de tendência, já que, quando a tendência é de alta, recomenda-se comprar quando o indicador se move abaixo do preço e, quando a tendência é de baixa, recomenda-se vender quando o indicador se move acima do preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *