O dólar não é um bom investimento

A não ser que você pretenda comprar dólares com a intenção de vendê-los em dias, semanas ou meses, isto é, a fim de aproveitar as suas oscilações no curto prazo, não se pode falar que o dólar é um bom investimento.

Afinal, ao comprar dólares você não ganha juros ou dividendos… Aliás, você não ganha nenhuma espécie de rendimento.

Ao comprar ações de uma empresa, por outro lado, além de ganhar dividendos periodicamente, você ganha com o crescimento de seu negócio e com a valorização de suas ações.

De forma semelhante, ao aplicar na tradicional caderneta de poupança ou em títulos de renda fixa (CDBs, LCIs, LCAs, Tesouro Direto, Debentures), você ganha periodicamente juros que vão sendo somados a sua aplicação.

Infelizmente, porém, a ideia de que comprar dólares é um bom investimento está enraizada na mente dos brasileiros, mesmo que a maioria não faça a mínima ideia do que está falando. Lembram-se apenas dos tempos em que você poderia comprar um dólar com apenas um real.

Por essa razão, hoje vamos desconstruir esse mito.

Em julho de 1994, logo após o lançamento do Plano Real, era possível comprar dólares por R$ 0,93. 
Portanto, se os seus pais tivessem adquirido US$ 10.000,00 naquela época, a um custo de R$ 9.300,00, hoje eles teriam R$ 31.930,00, considerando-se a cotação do dólar em 27/09/2017 (R$ 3,193). Um lucro de 243%.

No entanto, se, em julho de 1994, seus pais tivessem aplicado R$ 9.300,00 na caderneta de poupança, hoje eles teriam R$ 107.730,60. Um rendimento de, apenas, 1.058%.

“Ahhh… Mas você está considerando um período muito longo!”

Tudo bem, que tal se analisarmos a variação do dólar nos últimos 5 anos?

Em 28 de setembro de 2012, você poderia adquirir US$ 10.000,00 por R$ 20.280,00. Logo, se decidisse vender seus dólares em 27 de setembro de 2017, receberia, sem considerar o imposto de renda, R$ 31.930,00. Um lucro de 57% (descontando-se o IR, o lucro líquido seria de 48%).

Por outro lado, se você tivesse aplicado R$ 20.280,00 na caderneta de poupança, teria R$ 28.472,83. Um rendimento líquido de 40%.

“Viu??? O dólar é um bom investimento!”

Não, amigo, o dólar apenas teve uma valorização momentânea devido à crise política que assola o nosso país.

E, mesmo assim, considerando-se apenas os investimentos de renda fixa, só ganhou da tradicional caderneta de poupança.

Uma aplicação em um título do Tesouro Nacional, ou em um CDB que lhe rendesse 100% da taxa CDI, por exemplo, teria lhe gerado um lucro, após o imposto de renda, de aproximadamente 59%.

O que eu quero dizer é: a não ser que você saiba o que está fazendo e que queira aproveitar as tendências de curto prazo do dólar, este não é um bom investimento. É, no máximo, uma proteção contra as variações da moeda estrangeira, caso você tenha rendimentos ou custos em dólar ou planeje fazer uma viagem para o exterior nos próximos meses.
Mas, atenção, o que eu quero dizer é que comprar dólares não é um bom investimento. Porém, se você comprar dólares para, por exemplo, investir em ações no exterior ou comprar um imóvel em outro país, ai sim a sua aplicação será um ótimo investimento, pois você ganhará não apenas com a valorização do dólar, mas com a valorização das ações ou do imóvel adquirido.
Dito isso, me despeço! Até a próxima, caro leitor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *