Ranking de corretoras do Tesouro Direto

Cada vez mais popular, o Tesouro Direto é oferecido por corretoras e bancos comerciais, que cobram uma pequena taxa de administração pelo serviço oferecido.

Algumas corretoras não cobram taxas e, posso dizer com sinceridade, eu não gosto muito dessas instituições, já que, se você quer um serviço financeiro de qualidade, deve pagar por ele, mesmo que pouco.

Nossos maiores bancos, por outro lado, cobram uma taxa de cerca de 0,5% ao ano, quase cinco vezes mais que corretoras de renome, como a Spinelli e a XP Investimentos (atualmente, elas não cobram taxas de administração…).

A diferença não é grande, mas, no longo prazo, é significativa.

Um investimento de R$ 10.000,00, por exemplo, em um título que rende 14,25% a.a., gera os seguintes resultados (já descontado o IR incidente sobre os juros):

2 anos:
0,10% a.a.: R$ 2.506,87
0,20% a.a.: R$ 2.484,97 (diferença de R$ 21,89)
0,30% a.a.: R$ 2.463,14 (diferença de R$ 43,72)
0,40% a.a.: R$ 2.441,38 (diferença de R$ 65,48)
0,50% a.a.: R$ 2.419,68 (diferença de R$ 87,18)

10 anos:
0,10% a.a.: R$ 22.448,78
0,20% a.a.: R$ 22.142,20 (diferença de R$ 306,58)
0,30% a.a.: R$ 21.838,95 (diferença de R$ 609,83)
0,40% a.a.: R$ 21.538,99 (diferença de R$ 909,78)
0,50% a.a.: R$ 21.242,30 (diferença de R$ 1.206,48)

Enfim, vejamos qual é a taxa de administração cobrada pelas principais instituições que atuam no Tesouro Direto (atualizado em setembro de 2020):

ABC Brasil: 0% a.a.
Ágora: 0% a.a.
Ativa Investimentos: 0% a.a.
Banco do Brasil: 0% a.a.
Banrisul: 0% a.a.
Bradesco: 0% a.a.
BTG Pactual: 0% a.a.
C6: 0% a.a.
Caixa Econômica: 0% a.a.
Clear: 0% a.a.
Easyinvest: 0% a.a.
Elite: 0,30% a.a.
Guide Investimentos: 0% a.a.
Icap: 0% a.a.
Intermedium: 0% a.a.
Itaú: 0% a.a.
Mirae: 0% a.a.
Modal: 0% a.a.
Nova Futura: 0% a.a.
Necton: 0% a.a.
Planner: 0,20% a.a.
Renascença: 0,2% a.a.
Rico: 0% a.a.
Safra: 0% a.a.
Santander: 0% a.a.
Sicoob: 0% a.a.
Terra: 0% a.a.
Toro: 0% a.a.
UBS: 0,06% a.a.
Votorantim: 0% a.a.
XP Investimentos: 0% a.a.
— // —
Atualização:
Quando escrevi este pequeno artigo, no ano de 2016, nossa taxa de juros era de mais de 10% ao ano, e boa parte dos bancos e corretoras cobravam taxas de administração. Hoje, porém, mesmo os bancões reduziram a 0% a taxa de administração cobrada de seus clientes, diante do acirramento da concorrência e da queda acentuada da Taxa Selic (que está em 2% ao ano).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *